domingo, 2 de maio de 2010

Campanha: Solteira, sim! Sozinha, nunca!
















Pois é, acredito que pela primeira vez estou fazendo uma campanha aqui neste blog e esta não poderia deixar de ter um fundamento, é claro! Pensando assim, digo-lhes que nada é mais certo do que uma mulher em plena solteirice querer desfrutar dos prazeres da carne.. porque ninguém é de ferro. Nesse sentido, há alternativas para se viver bem, solteira e nunca, mas nunca sozinha. Afinal, as mulheres têm um poder que sabendo usá-lo.. consegue ir longe e deixar os homens babando.
Normalmente, encontramos diversos sites de relacionamentos, revistas com dicas e passo-a-passo sobre como conquistar um homem. Mas é difícil encontrar algo referente às necessidades de se ser solteira. Falar sobre isso é, comumente, fazer um vínculo com a solidão e é nesse ponto que pecamos.
Acredito que as mulheres modernas nem sempre pretendem se relacionar de forma séria com alguém e isso não implica que elas queiram viver sozinhas. O corpo pede, gesticula, implora.. nossa corporeidade tem uma linguagem própria e cabe a nós saber manifestar e satisfazer as suas necessidades. Portanto, namorar e casar estão deixando de fazer parte dos planos da mulherada e o que mais tem rolado é azaração, na qual ninguém é de ninguém e o sexo é uma ferramenta de satisfação pessoal. Ao escrever isso, logo me lembrei da música dos tribalista chamada "Já sei namorar", que na época fez o maior sucesso, onde esta temática já era bastante acentuada, ou seja, não é de agora que as mulheres estão assumindo que solidão e feminilidade nunca andaram juntas. E as comunidades no Orkut? Já prestaram atenção?! Pois é, as mulheres cada vez mais tentam provar que ser feliz nem sempre é estar acompanhada.. e, assim, libertam-se desse rótulo que há muito tempo lhes fora atribuído.
Já os homens, será que pensam o quê sobre isso? Afinal de contas, agora eles que estão sendo usados.. sem nenhum retorno de afetividade. Bem que gostaria de ouvi-los um pouco..ou lê-los, aqui no blog.

Aaah! E assim como as mulheres modernas, tenho aderido a essa campanha que circula pelos meandros da internet e no boca-a-boca feminino: Solteira sim, mas sozinha nunca! Então rapazes, não se intimidem.. podem falar, ousar e quem sabe até me procurar.

Eu sou de ninguém
Eu sou de todo mundo
E todo mundo me quer bem
Eu sou de ninguém
Eu sou de todo mundo
E todo mundo é meu também
[Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes]

17 comentários:

* Simoni * disse...

Adooooorrooooo... campanha aprovadíssima... assino embaixo, do lado, no meio.... "eu sou de ninguém, eu sou de too mundo e todo mundo é meu também..." há... Filérissss... Lu, cada vez mais escrevendo melhor... Massa demaissss.... hahahahahahahah....

Cadinho RoCo disse...

Sinceramente não acredito que ser de ninguém possa trazer algum alento ao crescimento que entendo ser o que devemos buscar em nossas vidas. No entanto, o ser de alguém também não chega a ser o caso, posto haver em nós o propósito da liberdade. Diante disso, entendo haver sim a possibilidade do encontro em que um casal estará num ambiente pleno de liberdade agindo em favor da evolução do relacionamento de ambos. Vale ainda dizer que abomino frontalmente a questão de um ser usar o outro seja lá quem for, ele ou ela. O ser humano não nasceu para ser usado e sim respeitado. Com relação à letra assinada por Mariza Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes, nada a comentar.
Cadinho RoCo

Nayra disse...

Maravilhoso,amiga!
Além de você escrever super bem,você já sabe minha opinião acerca dessa filosofia e demais adjacentes,HA! O amor livre,em que duas pessoas ou mais,é claro,rs se unam e se conheçam e se descubram como melhor desejarem!
Adoooooooooooro!

Felipe disse...

Eu acredito que todos nascemos livres e temos este sentimento de liberdade pulsando em cada batida do coração. O fato de ligar isso ao sexo é... Sei lá...

Por favor, me lembra de adicionar seu blog. Preciso voltar aqui! Abraço!

Scorpys disse...

Primeiro adorei tudo,o lay,o texto,parabéns.Quanto a ser solteira ou apenas usar os homens,acho que existe os pros e contras,tudo tem que ser estudado com carinho,mas independente de qualquer coisa o mais importante e ser feliz.Tenha uma semana deliciosa,
beijusssssssss

Lázaro Barbosa disse...

Só penso o seguinte: quem chegar por último é a mulher do padre! Saudades dessa neguinha tão fofa!
"Afinal, as mulheres têm um poder que sabendo usá-lo.. consegue ir longe e deixar os homens babando."
Preciso dizer mais alguma coisa?

Saudações verdes

Lázaro

Bloguinho do Loro disse...

Pode me usar!!!

João Costa Filho disse...

Querida Lu, então os homens agora estão sendo usados e pelo que entendi, abusados tb...Tudo bem, de minha parte não me importo muito de quem usa quem e para que, contanto que role e todos sejamos felizes forever, amém. But com minha experiência de cem anos de solidão, tolo digo: los dos necessitam sim um do outro, e num é só pra sexo não senhorinha! Necessitamos da companhia, da amizade, da confiança, troca de carinhos, de roçar. de fuxicar, de discutir besteiras, comer acarajé juntos etc e tal, e tantas mil coisas, qui num dá pra para dizer aqui. Mas um dia cê descobre tudo isso, e com certeza leremos outros textos...
Continuo dizendo que num me importo de ser usado não...Mas que o amor é lindo, ah, isso é!
muitos beijos
João Costa filho

Lu Rosário disse...

Ei Cadinho, essa resposta fica sendo para você..pode ser assim?!

Apois, meu amigo e tanto, você me entendeu errado. Não quis dizer que duas pessoas juntas não possam desfrutar de liberdade, mas que a mulher enquanto solteira.. pode, muito bem, querer permanecer neste estado. Digo isso por causa da apelação que é feita em relação às mulheres que estão sem um parceiro, como se elas estivesse sofrendo por isso. Que nada, muita mulher prefere ficar solteira mesmo!

E, ainda que tenhamos um namoro livre há uma entrega de um para o outro.. o que nos permite dizer que eu sou de fulano e fulano é meu, mas nada que nos coloque em posição de objeto perante o outro..me entende? Quanto a solteirice, não custa nada lembrar das ficadas em festinhas e dos relacionamentos que começam e terminam rápido, nos quais não há amor.. somente a satisfação exigida pelo corpo.

Beijos em tu!

Lu Rosário disse...

Scorpys, claro que existe os pós e os contras.. tudo isso vai muito da cabeça de quem lida com ta situação.

Expus meu ponto de vista.. mas nem todos pensam ou agem como eu. É uma questão de saber lidar consigo mesmo.

Beijão, querida!

Lu Rosário disse...

João, meu amor, claro que precisamos um do outro.. momentos de solteirice vem e vão. Precisamos, sim, da costelinha do outro para conversarmos..dividirmos momentos.. amarmos eternamente, nem que seja por pouco tempo. Tu bem sabes como sou, por isso não me interpretes mal.
Sem contar que assim como nós, mulheres, usamos e abusamos do homens..assim eles fazem com a gente e, então, vivenciamos isso que é tão gostoso.

To te esperando aqui na Bahia, viu bichinho?

João Costa Filho disse...

Querida Lu, menina poeta de meus sonhos perdidos, num sei se sei como és, ou eres, pero penso que na verdade verdadeira, és uma moçinha romântica à espera do eterno príncipe ( e quem não estiver, atire a primeira pedra), e eu como todos ( no caso princesa né?) tb sonhamos, mas enquanto isso vamos deixando a vida nos levar e fazemos de conta que não tamos nem aí pro "love story"... Mas estamos sim, e essa espera nos acalanta e nos faz sonhar, e sonhar, e sonhar , ah! as estrelas, as rosas, os horizontes perdidos, o sentar de cúmplice em redor de qualquer coisa,ah!,ah! ah!!!
Sei sim querida que és uma jovem romântica e que como todos, devaneias contra moinhos de vento e de nuvens inexistente, mas nunca desistimos, e enquanto isso: escreveremos outros versos, outras prosas, sem saber quem somos, mas que temos todos os sonhos do mundo...
E o acarajé meu amor de muitos anos? Sai ou num sai...
Todos os beijos
João Costa Filho

meus instantes e momentos disse...

ótimo blog.
Foi bom vir aqui.
Maurizio

* Simoni * disse...

Caramba, gente... a gente usa, mas no bom sentido, né Lu? hahahahha... Só sei de uma coisa, cada qual sabe de si e de suas verdadeiras vontades e desejos... Entonces... O que importa é ser feliz, seja de que jeito for... Lu... filéris... Te amooooooo.... Bora abusar de Loroooooooooo.... uêbaaaaaaaaaaaaaa... kkkkkkkkk...

danieldesign disse...

Sinceramente fico muito feliz por essas iniciativas das mulheres em nossos dias. Lutando compra as barreiras sociais que ainda existem e revendo conceitos estabelecidos há muito tempo. Historicamente as mulheres sempre foram reprimidas em tudo, principalmente no que refere a vida amorosa e sexual. Já hoje isso esta mudado, elas ganharam espaço, e a luta cada dia se torna menos árdua.

Agora esses espírito de vingança não concordo não. Rsrrsrsr. Nem podem vingar pois os homens hoje também pensam da mesma forma, Relacionamento aberto é o que a maioria dos jovens aderem.

Grande beijos....

Ciro disse...

Ain, eu fico tão feliz quando vejo manifestações nesse sentido. Só espero que, um dia, isso não seja apenas um discurso, mas uma realidade, que as mulheres realmente possam usufruir da mesma liberdade que os homens sempre tiveram. Pois é verdade que ainda existe uma oposição muito forte por parte da sociedade.

"Que os tolos fiquem com o seu maldito molho tártaro!!!" (Mister Burns)

Dihego Santana disse...

Belo texto Lu, concordo em partes com o que vc falou.A mulher quer ter a mesma liberdade e igualdade do homem na sociedade, e isso inclui tbm os prazeres da carne. Porque não uma ficada, um amasso, um sexo sem compromisso, nos homens temos essa liberdade e acho que as mulheres tbm devem ter, mas tenho a certeza que isso tudo ainda faz parte da busca e da espera de um grande amor, ou seja, "enquanto a pessoa certa nao chega vou ficando com a errada", isso tudo é a forma que encontramos de nao ficarmos sozinhos o tento todo, mesmo que seja apenas por alguns momentos...

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo