sábado, 24 de março de 2012

Rente

Cai homem,
                   Cai enquanto se desfaz

Para depois refazer-se com os próprios fragmentos e, então, redescobrir-se

       e    n
                         T    A
                                            m     e      n 
                                                                   t        e



Lu Rosário 



Esta publicação pertence à categoria Poesia. Todos os textos publicados em forma de versos se encontram aqui. Sinta-se à vontade para conhecer os outros textos concernentes à esta categoria.

3 comentários:

* Simoni * disse...

A gente cai, a gente levanta... e recomeça... o recomeço é uma benção, afinal!

Adorei, Lu!

Edson Marques disse...

A queda deve ser lenta, mas os fragmentos, rápidos... rs!

Flores...

Elisa Cunha disse...

Já gosto de poemas com formas...

Bjs

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo