sábado, 13 de outubro de 2012

Desregrar-se


Soltava-se em partes
Das partes que são todos
De todos que são inteiros desejos resguardados


Lu Rosário



Esta publicação pertence à categoria Poesia. Todos os textos publicados em forma de versos se encontram aqui. Sinta-se à vontade para conhecer os outros textos concernentes à esta categoria.


5 comentários:

Fabiano Silmes disse...

Erotismo na medida certa!
Versos precisos...Tão certeiros
que já me sinto atingido...

Bjs

Paulo Sotter disse...

Todas as partes que compõe o desejo fazem a verdadeira entrega, que para ser única, obrigatoriamente deve ser inteira. Lindo post. Um abraço

Jaqueline Cristina disse...

Esse poeminha lembra-me a última vez até agora que usei minha cinta-liga para um Strip e ao terminar de fazer amor, o tal pediu para eu ser amante dele pq ele era casado!
Que raiva eu tenho de ser como sou, mesmo me amando tanto!!!
Bjoks

Brupa disse...

Adorei aqui, querida.
Virei mais vezes.
=*

Paolla Milnyczul disse...

Solte-se.
DE VEZ!
=)

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo