sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Em seu pedalar


É melhor caminhar contra o vento. Caminhar enfrentando, mostrando-se forte e arriscando-se. Caminhadas pesadas aliviam posteriores pancadas. Janete vivia assim: pedalando sobre a vida. A vida de Janete era mais que uma circunferência ou uma outra forma qualquer em que ela pudesse se prender. Ela vivia independente e livre de opiniões, de precisar explicar a sicrano ou a beltrano, de necessitar de respostas. Janete não precisava responder a ninguém, só viver. E a vida dela pertencia ao deus dará e possuía todos os misticismos. Ela acreditava em superstições, mas rendia-se ao destino. Vivia sem medo e acreditava que algo a levava em suas ações. Acreditava no pré-estabelecido e a ele se entregava, pois para Janete o que se estava registrado era o que havia de mais livre nesse mundo todo. Janete pedalava nessas estradas corridas, o seu cabelo ao vento era uma prova do seu fervor em viver reticentemente. Parecia paradoxa quando, na verdade, era simples porque não julgava nem cobrava nada de ninguém...só curtia o sacudir, o pestanejar das folhas, o arvorecer e tudo o que a rodeava nessa terra plena de gentes, sóis e luas.


Lu Rosário



Esta publicação pertence ao Prosas Poéticas. Todos os textos publicados em forma de prosa e contada de forma poética se encontram aqui. Sinta-se à vontade para conhecer os outros textos concernentes à esta categoria.


12 comentários:

Hellen Hosseini disse...

Eu gostei dessas palavras, um desprendimento, tal liberdade que envolve quem as lê... Boa sexta pra ti Lu!

Anderson Oliveira disse...

Que belezura! Gostei...

Pr. Bessa disse...

CONVITE: Rádio Internacional Jesus é o Caminho

Visite nossa rádio acessando: http://radioiijc.com/

Fico muito grato, se quiser adicioná-lo no seu blog, fique a vontade. Está autorizado.

Abraços e fica com DEUS.

Tamires disse...

Muito bom!

Elaine Rocha disse...

Foi uma bela narrativa, é muito bom quando nos libertamos assim.

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Que LINDO LÚ...
Existem pessoas como JANETE...SOLTA...levada pelo VENTO...mas...existem pessoas como REBECA...que para PEDALAR...VIVER com os cabelos SOLTOS...PRECISA do OUTRO.
Que, não tem CORAGEM de DESBRAVAR o universo...ACEITA...o que lhe vem às mãos.
AMBAS...são FELIZES...cada uma,com o seu modo de PEDALAR.
SOU FÃ de JANETE...rsrsrs
Beijos, fica com DEUS.

Tsu disse...


Oi Lu!
Muito bacana o texto!
Olha...a Ada Wong é uma personagem com grande sex appeal..não sou muito fã dela mas admiro pacas rs
bjs!

Rafaela Figueiredo disse...

o doce mistério da vida encarado em pedaladas libertárias...
bonita metáfora!

um beijo

Lázara papandrea disse...

que linda liberdade você descreveu!beijos

Paolla Milnyczul disse...

Ai que lindo!!! Que vontade de ficar neste texto e nunca mais sair... Amei!

Anderson J. Silva disse...

Lindo texto!
é esse o espirito da coisa, viver intensamente sem necessidade de dar explicações ou respostas. Viver livre! rsrs

http://errosxacertos.blogspot.com.br/

beijos

Brupa disse...

Às vezes caminhar contra o vento cansa. Mas é o que dizem: camarão que dorme a onda leva. ;)

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo