sábado, 5 de janeiro de 2013

Seduzir

Entre tons, seduzia-o genuinamente
Com pés empoeirados e mãos calejadas,
sorria possibilidades

Além do que se via,
havia outras formas e desejos escarlates escancarados

Deixava ser seduzida no entardecer,
sem considerações metafísicas 

Estendiam-se 
Suavam
Calavam

Beijos inexistiam,
mãos falavam,
corpo gritava

Voluptuosamente, sussurrava


7 comentários:

Rebeca dos Anjos disse...

As mãos que falam podem ser mais poderosas do que as que tocam...

Curti, Lu querida!

Beijo grande procê!

Faby disse...

UAU! Quente, Lú! Muito bom! Bjs

Anderson Oliveira disse...

Very nice! Lindo, lindo!

Lázara papandrea disse...

belo sussurro erótico-poético!

Paulo_Sotter disse...

A sedução perpassa todos os sentidos, envolve, subverte, transpassa por todo o sentir, contagia, enlaça, encanta e apodera-se com um poder avassalador e a simplicidade de um sussurro.

Jaqueline Cristina disse...

Sentiu tudo com sensualidade transpassando para o leitor de forma realmente sensual sem eroticidade.
Parabéns, minha flor!
Bjoks

Elaine Rocha disse...

Impossível não adorar o que escreve. Uma poesia que, realmente, seduz.
Beijos!

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo