domingo, 5 de maio de 2013

Entrevista à revista Engrenagem

Há dois meses, eu cedi uma entrevista para os estudantes do III semestre de Jornalismo na UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/campus de Vitória da Conquista. Esta integraria a revista, que acompanha o jornal impresso, chamada Engrenagem e cujo tema central seria sexo. A proposta, então, seria divulgar o blog Sem Pudor como mais uma ferramenta que busca inserir a sociedade nas questões concernentes ao sexo. Segue abaixo uma mostra da capa e texto sobre minha entrevista, bem como a entrevista na íntegra. Cumpre salientar que devido a algo que eu não saberia informar (desatenção/descuido - aspecto que qualquer jornalista não pode ter, falta de ética ou descomprometimento, não sei!) a minha foto acabou indo parar na página, junto ao texto, sem minha autorização. Este é um motivo que renderia um processo por me expor, pois a foto encontrava-se em meu Facebook e seu uso não havia sido permitido. Como sou uma pessoa tranquila e já berrei aos quatro cantos, agora vou deixar tudo como está. Enfim, vejamos! 



1) O que te motivou a criar o blog com essa temática?
Na verdade, o blog não possui uma temática específica. O Sem Pudor brinca com essa questão semântica ao traduzir a expressão “sem pudor” como aquela que permite falar sobre diversos assuntos em um mesmo espaço, inclusive falar sobre sexo e fazê-lo da forma mais natural possível.

2) De imediato, qual é a reação das pessoas?
Quando se deparam com os textos que tratam da questão sexual, há uma certa empolgação e um desejo por mais leituras. Entretanto, percebo claramente o quanto as pessoas lêem e se calam. Lêem porque sentem interesse pelo assunto, mas não falam tanto a respeito porque sentem vergonha. De imediato, a reação é de impacto (seja positivo ou negativamente).

3) Qual a faixa etária que visualiza e/ou comenta no blog?
Creio que a partir dos 20 anos. A maioria dos que comentam já têm acima dos 30, estes se sentem mais à vontade para expor suas opiniões.

4) De onde vem a inspiração para escrever?
A inspiração vem de situações vividas, ouvidas, criadas ou mesmo de bate-papos reais e virtuais. Algumas idéias são sugestões, outras surgem de imagens que vejo. E, no final de tudo, a inspiração maior sempre tem seu pontapé inicial em algo que eu pude ou senti vontades de experienciar.

5) Você acha que a temática sexual ainda causa preconceito e tabu nas pessoas?
Tenho certeza. As pessoas se interessam e têm curiosidade, mas são impactadas facilmente. E, além do impacto, é perceptível a vergonha em discutir sobre aquilo. São poucos os comentários nas postagens, apesar das centenas de acessos. Sem contar que na fan page, curtir a página e deixar de curti-la, após eu abordar essa questão, tem deixado de ser surpresa. Sexo é algo que todo mundo gosta, mas que nem todos assumem. 


Sei que o texto, na revista, não está bom para ler por meio desta imagem, que se encontra pequena. Na próxima postagem, eu o disponibilizo digitado.


4 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Nada a ver expor sua imagem, ainda bem que vc é tranquila.

Claudio Chamun disse...

Legal tuas respostas.
Gostei da entrevista.
E que puta sacanagem exporem tua foto sem permissão.

Tem uma tag para ti lá no blogue. É sutil, mas ta lá.
O H. E. e O. P. adverte:
Este comentário vai ser copiado para muita gente. rss

Bjs

Rafaela Figueiredo disse...

Muito pontual nas respostas, Lu!
Parabéns!
Teu espaço reflete bem tua voz.

Bjos

Ricky Oz disse...

Olha só, está ficando famosa hein, Lu! Dando entrevista e tudo... hehehe
Gostei da resposta, mandou bem. Sacanagem o negocio da tua foto né?
E só para constar, eu comento seus post de sexo e não tenho 30 anos, e nem estou perto.

Beijos!

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo