sexta-feira, 3 de maio de 2013

Para sua inspiração, um intervalo.


Inspirador: assim era aquele amigo de quem Zoraide se aproximara tão rapidamente. Ele era amigo de todas as horas: das conversas, dos momentos tristes, alegres ou duvidosos, do passo malacabado, do olhar telepático e das fodas e gozos oportunos. Sim, Zoraide o considerava o amigo para todas as horas, inclusive, era ele quem a inspirava quando, do seu jeito, rabiscava uns versos cuja eroticidade escorria entre as palavras. Zoraide deixava-o livre e fazia-se livre, tanto fazia ou tanto fez com quem ambos saíam ou estavam. Havia cumplicidade entre eles, além do mútuo carinho. Zoraide encontrava-o em pensamentos, tinha vontade de lhe confidenciar sua vida... mesmo não o fazendo, mesmo não o ligando, mesmo não correndo atrás. Ela sabia que ele era um birrento que mais parecia mulher em fases pré-menstruais. Em um dia sem muitas novidades, eis que surge em sua timeline um coração de comprometimento. Era o seu amigo que assumia-se enamorado e cuja confirmação surgiu dias depois. Zoraide ficou estupefata com a situação que entre ele se desenrolara e que ela mal conhecia. Sabia que isso não faria perdê-lo, pois sabia o quanto amigos eles eram. Mas sabia também que entre quatro paredes, não rolaria mais do que palavras ao léu. Pelo menos era assim que Zoraide dramatizava seu atual pensamento no que concernia a tal relacionamento. Zoraide concluía, então, que perdera seu pau amigo, seu foda quase fixo, seu carinho certo para saídas casuais. Zoraide se assustou como isso pôde tanto a afligir e concluiu mais ainda que este amigo era a maior delicinha que havia em sua vida nos últimos meses e que de si existia muita carência e sensibilidade em uma alma e corpo que se interpretavam moderno desprendimento.

2 comentários:

Claudio Chamun disse...

Pobre Zoraide.
Aparecerão outros amigos.

Rafaela Figueiredo disse...

Pode ser tão simples ou complicado um P.A...
C'est la vie!

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo