sexta-feira, 5 de julho de 2013

Que seriam encontros...


Dirias que naquele dia
possíveis encontros seriam
em nós desatados

Diria, também, que 
haviam planos, sonhos e modos
de se buscar nem que seja em versos
formas de se encontrar

A cumplicidade os aproximava
despercebidamente
A ausência era algo pelo qual lutavam
para que não os tomasse

Havia voz, gestos e palavras
Sinceridades, cuidados e alma

Até um ineditismo acontecer
e desaguar todo o mar que se tornaram

2 comentários:

Claudio Chamun disse...

Olha ai... Lu Rosário também é poesia. Gostei!
Beijo.

Elaine Rocha disse...

Lu, sempre me apaixono pelo que escreve. É tão lindo. E a imagem que escolhe também, tem tudo a ver.

Beijão

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo