terça-feira, 17 de setembro de 2013

Diante de você, salivo.


Fazia-me sua
Gostosa, entregue, astuta
Desejava chupá-lo,
rente em quentura e áspera língua
Sentir o gosto, textura e rigidez
Deixar a porra toda escorrer

Estava diante
da sua fome
com minha fome a me dizer
que eu podia ir além
e me despir de uma vez

Queria-me completamente nua
diante de você

5 comentários:

Rodrigo Ferreira disse...

Lu,
Amei seu poema safadinho! rs
Me lembrei da minha tarde kkk
Que fiz o segundo trecho do poema kk

Beijos
http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

Ricky Oz disse...

Uia, que delícia de poema! Bem excitante, como sempre! Você sabe como provocar um homem.
Gostei da foto que o ilustra.

Beijos!

Rafaela Figueiredo disse...

Ah! o desejo...
Muito bom!

Bjo, Lu

Por que você faz poema? disse...

Curti o novo visual,
principalmente o lacinho.

Sergio Lopes disse...

Lindo Lu , adorei !!!!!

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo