terça-feira, 24 de setembro de 2013

Intensa-gente


Sujeitou-me ao seu bel-prazer
Tornou intensidade
o que meu corpo exibia

Fez de mim
sua gula

Fez do nosso encontro
muitos nós

Prendi-me às suas regalias
Desejei multiplicidades
da gente

3 comentários:

Arthur Claro disse...

Muito boa essa poesia, muito bem intensa.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com

Claudio Chamun disse...

O Arthur disse tudo.

Rafaela Figueiredo disse...

Que seja sempre a matemática do mais.
:)

Bj

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo