quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Quando te convidam para um filme...

Gatos e gatas, a pergunta é: O que você pensa quando te convidam para assistir um filme? Reformulando: O que você entende quando alguém, cuja amizade não é tão intensa e cujo clima os circundam, convida para assistir um filme? É isso mesmo, não tem outra. Assistir um filme passa a ser sinônimo de dar uma, de se aproveitar de um momento no qual só os personagens falam para inspirar-se nas tramas dos corpos.

Se for comédia, aproveita para soltar uma piada no ouvido da outra (ou outro) e arrancar-lhe carícias mínimas que se expandem e tornam-se inteiras. Se for terror, para quê olhar tanto sangue e morte se tem uma vida deliciosa ao lado, não é verdade? No suspense, a gente prefere que o susto seja o toque alheio em direções mais interessantes. No romance, a gente acha que tudo é balela e parte para a melhor parte. Já no erótico, utilizamos como inspiração para nossos desenlaces. Um convite como este pode ser tudo o que alguém precisa e a melhor desculpa para uma saída básica, uma dormida fora ou assistir aquele filme que você tava doida. Mas fala sério, sabemos porque você estava tão doida assim! Como um amigo meu diz, "Pô, essa é mais velha que o motel 'cê que sabe, hein? É a que eu mais uso" e, realmente, é a mais discreta e super cola. Se a menina não quiser, ela não diz: Não quero fuder com você, não quero nada contigo... nem fala nada de grosseiro, simplesmente ela (ou ele) diz que não ta a fim de um filme e todo mundo fica de boa. Tem coisa melhor que isso?

As duas horas de filme sempre se configuram como umas das melhores transas. É tudo ali no chão ou sofá. Tudo rapidinho e com todo jeitinho. Tudo começando no querer não-revelado. Não quero dizer que este convite seja unicamente para este sentido. Claro que há casos em que assistir um filme seja somente assistir um filme. Às vezes o casal se envolve de verdade e fica só na narrativa cinematográfica. Nem todo convite tem esta pretensão, é claro! Enfim, este texto versa sobre o que geralmente acontece. Mas sim, diz aí? Já recebeu ou fez este convite? Está querendo assistir um filme? Nem precisa hesitar, se joga! Só dou um conselho: escolha um filme que já te falaram ser chato porque, assim, o clima esquenta mais rápido e você não se sente culpado(a) por não ter assistido. E, oh, no seu próximo filme, você quem vai torná-lo melhor no seu jeito mais entregue de ser.

3 comentários:

Arthur Claro disse...

Lu, quer assistir um filme?
Mas a desculpa de assistir o filme junto com a pessoa que se ama é para unir mais os corpos do que para o entretenimento. Belo texto e continue assim criativa que eu vou virar seu fã número um.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com

Geraldo Antonio disse...

Mandou bem mais uma vez!
E sim, eu aceito assistir um filme em sua casa. ;)

Claudio Chamun disse...

É mesmo, já me convidaram para ver um filme e eu topei, mas não aconteceu nada. Será que é porque eu levei o filme "A turma da Mônica" kkkk

Belo texto!

PS: O encontro no aeroporto tem continuação.

Bjs

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo