segunda-feira, 16 de junho de 2014

Há que se ter pegada!



Nada melhor do que sexo, isso a gente já sabe. Mas nada melhor do que sexo com pegada, pode ter certeza. Quando me refiro a pegada, não quero dizer de algo simplesmente forte, tal como diz o ditado "Me joga na parede e me chama de lagartixa"; estou dizendo de algo a envolver mãos e te desnortear. 

A pegada é aquela forma que o homem usa para intimidá-la em um momento íntimo. Não importa se ele chega devagarzinho ou rápido, o importante é o resultado disse sobre você. Ele pode dar uma de D.Juan e seduzi-la ao extremo com toda delicadeza ou pode ser bem instintivo e prensá-la em alguma superfície, invadindo-a por completo. Cada homem tem a sua pegada e cada mulher tem seu gosto, é claro!  Além do mais, o texto está direcionado para a mulher, mas eu posso inverter a situação e dizer que a mulher também precisa ter pegada. Uma mulher que fica a mercê das atitudes do parceiro, mesmo depois que os beijos começaram, não atrai muito o sexo oposto. A mulher precisa de reciprocidade, caso não seja ela quem inicie o rala e rola. Ela precisa ter um jeito que é só dela de mostrar o tesão, seja carinhosamente ou pela selvageria. Faz parte do enlace dos dois nessa trama gostosa de se pegar e de se dar. Agora você que ta me lendo, diz aí: Como você curte a pegada? Eu sou fã da famosa pegada federal, aquela forte e que a pessoa mostra todo seu ímpeto de uma vez só. Despudorize-se, então, e vamos papear ou se pegar, quem sabe!


Um comentário:

Pablo disse...

Te pego! rs

;-)

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo