sexta-feira, 11 de julho de 2014

Começa pelos seios


Qual é a mulher que não gosta de ser acariciada e mordiscada nos seios ao iniciar as preliminares? Provavelmente, nenhuma. Inclusive, todo o tesão da mulher manifesta-se nos bicos dos seios que, logo, se apresentam rígidos. Eles parecem apontar que querem mais e, a cada novo toque, a direção tomada parece dizer de forma mais objetiva - e, assim, não há como negar o desejo por um prolongamento do ato sexual. Tanto o mamilo como a auréola possuem terminações nervosas supersensíveis que, ao serem estimuladas, provocam a libido. Mais do que isso, há uma conexão direta entre tais nervos e o clítoris. É exatamente por isso, já explicado cientificamente, que as mulheres ficam mais entregues quando tocadas neste ponto. 

Homens, é isso mesmo, basta saber usar as mãos, a língua e a ponta dos dentes para ver virarmos feras. E fala sério: os seios são lindos demais, sejam mais levantadinhos ou não - afinal, curvas são sempre muito interessantes - sejam pequenos, grandes, com auréolas mais escuras ou não. A mulher tem esse legado lindo sob o seu corpo e cabe ao parceiro (ou parceira) saber apreciar e utilizar-se das melhores armas para que o prazer esteja completo. E aí, como se dá suas preliminares? Se for entre mulheres ou entre pessoas do sexo oposto, então você terá muito o que contar!

2 comentários:

Ricky Oz disse...

Oi Lu!
Preliminares é mesmo muito bom, os seios então, nem se fala. Eu gosto muito, de todos os tamanhos, formatos e cores. Você disse tudo, seios são lindos. Nas preliminares, gosto de ficar algum tempo nos seios, afinal nada melhor do que brincar com os biquinhos. As mulheres com quem fiquei não reclamaram.

Beijos!!

JOSENI disse...

Adorei a matéria e estou compartilhando, como de costume, com os leitores e seguidores do BLOG DO PARCEIRO.
Lembrando sempre de te dar os devidos créditos.
Um abraço!!
Aguardando a sua visita e seu comentário.

http://josenidelima.blogspot.com.br/

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo