terça-feira, 1 de novembro de 2011

Aos tantos

Vou parar tudo por dois minutos
e esperar encher minhas sensações.

Quando transbordar, eu paro por mais meio minuto
E me jogo neste mar intempestuoso.


Lu Rosário

3 comentários:

Fabio Rocha disse...

Bonito!

Rebeca dos Anjos disse...

Se encher das sensações durante uma parada - desses momentos únicos, para serem vividos com uma pitada de solidão.

Intenso, Lu.

Beijocas! Tava com saudade de ler aqui =)

Fabiano Silmes disse...

Bonito Lu...Um poema sintético com uma profundidade que transborada maturidade.

Abraços, Evoé!

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo