quinta-feira, 19 de abril de 2012

Semi


Maria segue a estrada bandida
As luzes guiam-na, sem preferências

O céu torna-se tapete às avessas
As estrelas, partículas esféricas

Maria anda ligeiro,
sem medo, sem tempo.


Lu Rosário



Esta publicação pertence à categoria Poesia. Todos os textos publicados em forma de versos se encontram aqui. Sinta-se à vontade para conhecer os outros textos concernentes à esta categoria.





Um comentário:

Luís Gustavo Brito Dias disse...

- maria já não precisa nem de espaço, nem de tempo.
ela só precisa ser. e é o que vale a pena.

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo